domingo, 3 de julho de 2011

uma saída um fim...

Ainda me lembro, 
do sol brilhando.
Do dia risonho e
das nuvens passando
de um lado a outro,
ainda me lembro do abraço tímido,
do sonho ousado e agora lembrado.
Agora vem uma fria brisa do tempo me
entristecendo de esperança quase perdida.
È como se eu me perdesse em um deserto
de pensamentos, procurando uma saída , um fim...


03 / 04 / 2001 M. Marques

Um comentário:

  1. Texto muito bonito e sensível. Me lembra uma certa nostalgia...
    Beijo!

    ResponderExcluir